Pesquisar este blog

Traduções

Visitas


Counter

Quem Sou Eu: Fabrício Siqueira

Minha foto
Nascido na cidade de Bom Jesus do Itabapoana, no norte do estado do Rio de Janeiro. Biólogo, Astrônomo amador e autodidata em diversas áreas de conhecimento.

Email:

  • Meu email: phoenixfabricio07@gmail.com

Parceiros

Parceria



Notas do Autor

* O conteúdo dos textos postados nesta página estará sempre sujeito à revisões visando possíveis atualizações a respeito de cada tema postado. Modificações nos textos poderão também ocorrer caso haja a necessidade de corrigir erros que porventura possam estar contidos nas informações aqui publicadas.

* Caso o leitor queira tirar dúvidas ou queira maiores esclarescimentos em relação ao conteúdo das postagens, o espaço de comentários poderá ser utilizado também para este fim .

* Este Blog foi criado visando atingir um público leigo e mediano no que se refere ao conhecimento científico-filosófico e, portanto, informações complexas e detalhadas a respeito de cada tema estão além do escopo desta página. Ao final de muitas postagens são citadas referências e outras fontes para aqueles que buscam um maior aprofundamento em relação ao assunto que está sendo abordado.

* Certas imagens ou vídeos postados nesta página da web poderão conter elementos fortes e inapropriados para algumas pessoas.

27 de mar de 2010

Poeira das Estrelas (Vídeos)!


Em 2006 a série Poeira das Estrelas foi exibida pelo Fantástico na rede Globo. Nesta série, o físico brasileiro Marcelo Gleiser aborda as diferentes questões acerca da história do Universo, da origem da vida, ciência, e muito mais. Disponibilizo aqui os vídeos dos 12 episódios! Embarquem nesta fascinante jornada e descubram como a ciência ao longo dos tempos vem atuando em busca de respostas para o desconhecido, fazendo revelações surpreendentes sobre as origens e a dinâmica do todo universal.


Episódio 1: O Começo de Tudo
video

Episódio 2: O Nascimento da Ciência
video

Episódio 3: Uma Nova Astronomia
video

Episódio 4: Assim na Terra Como no Céu
video

Episódio 5: Como foi que Tudo Começou
video

Episódio 6: O Cientista Esquecido
video

Episódio 7: O Nascimento das Estrelas
video

Episódio 8: A Cratera de Um Vulcão Ativo
video

Episódio 9: A Infancia Violenta da Terra
video

Episódio 10: A Origem da Vida
video

Episódio 11: Em Busca de Novos Mundos
video

Episódio 12: A Realidade Sobre Extraterrestres
video

[ ]´s

Guitarristas!


"Este mundo esta cheio de guitarristas solo, mas o mais importante a ser aprendido é o tempo e o ritmo."
(Jimi Hendrix)


As guitarras sempre surpreenderam o mundo da música com os mais arrepiantes solos e riffs que requerem não apenas uma grande habilidade, mas também a criatividade dos guitarristas para deixar o público boquiaberto. Para esta postagem selecionei vídeos de alguns dos maiores guitarristas que já pisaram nos palcos do Rock 'n Roll, espero que curtam:

Joe Satriani
video

Steve Vai
video

Eddie Van Hallen
video

Yngwie Malmsteen
video

Paul Gilbert
video

Zakk Wylde
video

Kiko Loureiro
video

[ ]´s

Vídeo sobre o Método Científico!



O vídeo a seguir mostra de maneira simples e objetiva os fundamentos do método científico na busca pelo conhecimento. Altamente recomendável para aqueles que visam um bom entendimento sobre os princípios mais importantes em ciência.



video

[ ]´s

23 de mar de 2010

No Mundo das Células!

Elas são conhecidas como os "blocos de construção" da vida, unidades básicas dos organismos vivos, desde as mais simples bactérias até entidades vivas mais complexas, tais como nós, os seres humanos. Os vírus, por não apresentarem uma estrutura celular,não são considerados organismos vivos por muitos cientistas, embora existam debates em torno desta questão (outros cientistas os consideram como sendo uma "transição" , um estágio intermediário entre a matéria não-viva e a matéria viva).

Em termos de organização celular, os organismos são classificados como unicelulares , formados por uma única célula(ex: bactérias, protozoários, fungos unicelulares, etc.) e os multicelulares que são formados por uma grande quantidade de células (ex: fungos multicelulares, plantas. e animais). Há também organismos que são individualmente unicelulares, mas que podem se organizar em arranjos multicelulares (aglomerados). Independente de um ser vivo ser unicelular ou multicelular, as células são muito mais do que apenas componentes estruturais. Elas desempenham diversas atividades de importância fundamental na sustentação da vida, como veremos mais adiante.

Podemos dintinguir 2 tipos de células: As células procarióticas, tais como as células bacterianas (eubactérias e arqueobactérias), e as células eucarióticas, características de plantas, animais, fungos e protozoários. Estes últimos, embora sejam seres unicelulares, possuem representantes cujas células são bastante desenvolvidas e adaptadas a diferentes nichos e, principalmente, ao parasitismo Células procarióticas são consideravelmente mais simples do que as eucarióticas, consistindo basicamente de uma parede celular que envolve uma membrana lipídica de dupla camada, citoplasma que contém o material genético (DNA) não organizado em um núcleo (diferentemente das células eucarióticas). Em seu citoplasma tambem não são encontradas as organelas delimitadas por membranas, o que também representa uma notável diferença em relação às eucarióticas. Abaixo temos uma imagem mostrando uma fotografia (microscopia eletrônica de transmissão) e desenhos esquematicos de uma célula bacteriana (procariótica) e de uma célula eucariótica (clicar na imagem para visualização em maior tamanho):



Célula vegetal X Célula animal

A seguir veremos uma breve descrição das principais estruturas celulares (estas estruturas serão apresentadas em maiores detalhes futuramente, em outras postagens), incluindo as suas funções.

-Parede Celular: Encontrada nas células bacterianas, algas, nas células de fungos, e em células de plantas, cobrindo a membrana plasmática. Sua composição varia de acordo com o tipo de organismo . Devido à sua rigidez, a função da parede celular está relacionada com a proteção da célula, além de evitar a sua expansão exacerbada devido a possíveis acúmulos de água .

- Membrana Plasmática: Representa o envoltório celular que circunda o citoplasma, formado basicamente por uma dupla camada de fosfolípídios, porém também há outras moléculas presentes na sua estrutura , tais como as proteínas transmembranas e as glicoproteínas de membrana, por exemplo. Asgumas proteínas embebidas na bicamada, podem atuar no transporte de substâncias do meio extracelular para o meio intracelular e vice-versa, enquanto outras podem exercer o papel de receptores para moléculas de sinalização (Ex: hormônios, citocinas, etc.) que podem dar início ao desencadeamento de uma resposta específica da célula a um determinado estímulo. A membrana plasmática é esquematizada na figura seguinte:



- Citoplasma: Representa o espaço entre a membrana plasmática e o núcleo da célula, onde se encontram as organelas e outros componentes celulares. É preenchido por um líquido denominado citosol.

- Citoesqueleto: Estrutura composta por 3 elementos de natureza protéica principais: Filamentos de actina, filamentos intermediários e microtúbulos. O cito esqueleto possui importancia nos eventos de endocitose (Engolfamento de substância ou mesmo de outras células por uma célula), no ancoramento de organelas, na divisão celular , na manutenção do formato da célula etc. Pouco ainda se sabe a respeito do citoesqueleto em células bacterianas.

- Núcleo: Envolto por uma membrana dupla chamada envelope nuclear, que separa o seu conteúdo do citoplasma da célula, o núcleo abriga o código genético dos seres vivos, onde moléculas de DNA estão dispostas em cromossomos que variam em número de acordo com a espécie. Células procarióticas não possuem seu material genético organizado em um núcleo.

- Mitocondrias: São organelas envolvidas por duas membranas, presentes apenas em células eucarióticas e que contém DNA próprio (DNA mitocondrial). São auto-replicantes e, em geral, estão presentes em número relativamente grande no citoplasma das células. A maior parte das reações que suprem a célula de energia ocorrem nas mitocôndrias.

Mitocôndria (Microscopia Eletrônica de Transmissão)


- Plastídeos: Apesar de haver plastídeos com funções especializadas, o principal tipo seria o cloroplasto, presente nas células vegetais e que contém o pigmento verde chamado clorofila. São organelas também envoltas por duas membranas e que também possuem o seu próprio DNA. A importância dos cloroplastos está diretamente ligada a um ds principais processos que sustenta a vida: a fotossíntese! Cloroplastos não são encontrados em células animais e nem em bactérias.

Desenho de um cloroplasto

- Ribossomos: São estruturas compostas por proteínas e RNA (RNA ribossômico), e que atuam na montagem das proteínas celulares a partir de um RNA mensageiro que é sintetizado a partir do DNA.


Retículo endoplasmático
- Retículo Endoplasmático: Encontrado apenas em células eucarióticas, o retículo endoplasmático é a região onde moléculas que são sintetizadas nas células (ex: proteínas) passam por modificações adicionais e/ou enovelamento antes de serem transportadas para outros locais. Há regiões no reticulo endoplasmático em que há a presença de muitos ribossomos sintetizando proteínas, essas regiões são chmadas em conjunto de retículo endoplasmático rugoso. As outras regiões onde não há ribossomos são chamadas de Retículo endoplasmático liso e uma de suas principais funções deste último está relacionada com o armazemamento e liberação de íons de cálcio, que são importantes para muitas funções celulares.

- Complexo de Golgi: É um conjunto de " sacos achatados" presentes apenas em células eucarióticas, que são responsáveis pelo empacotamento de macromoléculas, principalmente aquelas que devem ser secretadas pela célula através de vesículas, para o meio extracelular.

Complexo de Golgi

- Vacúolos: São mais proeminentes em células vegetais do que em células animais, responsáveis pela armazenamento de água e nutrientes, além de cumprir outras funções dependendo do tipo celular.

- Lisossomos e peroxissomos: Lisossomos são estruturas que contém enzimas digestivas em seu interior. São especializados em digerir partículas nutrientes no interior celular ou até mesmo outras células que porventura tenham sido engolfadas (em muitos casos, células "ingerem" outras células). Já os peroxissomos são responsáveis por degradarem compostos tóxicos que são gerados pelo próprio metabolismo celular (ex: peróxido de hidrogênio).

- Centrossomos: São os centros organizadores de citoesqueleto, formado por dois centríolos.

Muitas técnicas são utilizadas para o estudo das células, sendo que os principais instrumentos utilizados nestes estudos são os microscópios. Essas importantes ferramentas são capazes de ampliar enormemente o tamanho destas pequeninas unidades da vida. Embora minúsculas possuem uma complexa maquinaria interna, constantemente trabalhando em benefício da vida.

As células se multiplicam através de processos relativamente mais simples como a fissão binária, no caso das bactérias , e por mecanismos de mitose e meiose nas células eucarióticas. Todos nós um dia já fomos uma ÚNICA célula: o zigoto, que se formou pela união de um espermatozóide paterno e um óvulo materno (gametas masculino e feminino, respectivamente) e começou a se dividir. Assim as células resultantes aos poucos se diferenciavam para posteriormente resultar no mais intrigante organismo vivo: O corpo humano.

Assim como temos uma infinidade de seres unicelulares diferentes, os organismos multicelulares apresentam uma enorme diversidade de células especializadas em diferentes funções. Uma planta possui células especializadas para a fotossíntese, outras para a sustentação, outras ainda para a formação dos vasos condutores de seivas, etc. Do mesmo modo animais possuem diferentes células especializadas para funçoes como revestimento; absorção de nutrientes; para defesa do organismo, para armazenagem de gordura; para a transmissão dos impulsos nervosos, além de inúmeras outras funções. Somo formados por muitos trilhões de células. Trilhões de minúsculos blocos que em conjunto nos dão razões para dizer que existimos. Encerro esta postagem com um vídeo entitulado "Mundo celular", no qual é mostrado uma animação sobre o interior celular. Estaremos abordando futuramente vários assuntos relacionados a estas minúsculas e fantásticas unidades da vida.

video

Referências e Sugestões de Leitura

- Alberts et al. Molecular Biology of the Cell, 5th Edition
-Katharine A. Michie and Jan Löwe. Dynamic Filaments of the Bacterial Cytoskeleton. Annual Review of Biochemistry, Vol. 75: 467-492 (2006)
- Cell:

http://en.wikipedia.org/wiki/Cell_%28biology%29

- Teoria Celular:

http://www.invivo.fiocruz.br/celula/teoria_01.htm

- Célula vegetal:

http://professores.unisanta.br/maramagenta/celulavegetal.asp

- Célula procariótica:

http://www.ufmt.br/bionet/conteudos/15.07.04/cel_proc.htm

[ ]´s

20 de mar de 2010

Você Sofre de "Normose"?

Recebi o texto a seguir via email e gostaria de compartilhar com os leitores deste blog:

"Todo mundo quer se encaixar num padrão. Só que o padrão propagado não é exatamente fácil de alcançar. O sujeito "normal" é magro, alegre, belo, sociável, e bem-sucedido. Bebe socialmente, está de bem com a vida, não pode parecer de forma alguma que está passando por algum problema. Quem não se "normaliza", quem não se encaixa nesses padrões, acaba adoecendo.

A angústia de não ser o que os outros esperam de nós gera bulimias, depressões, síndromes do pânico e outras manifestações de não enquadramento. A pergunta a ser feita é: quem espera o quê de nós? Quem são esses ditadores de comportamento que "exercem" tanto poder sobre nossas vidas? Nenhum João, Zé ou Ana bate à sua porta exigindo que você seja assim ou assado.

Quem nos exige é uma coletividade abstrata que ganha "presença" através de modelos de comportamento amplamente divulgados. A normose não é brincadeira. Ela estimula a inveja, a auto-depreciação e a ânsia de querer ser o que não se precisa ser. Você precisa de quantos pares de sapato? Comparecer em quantas festas por mês? Pesar quantos quilos até o verão chegar? Então, como aliviar os sintomas desta doença?

Um pouco de auto-estima basta. Pense nas pessoas que você mais admira: não são as que seguem todas as regras bovinamente, e, sim, aquelas que desenvolveram personalidade própria e arcaram com os riscos de viver uma vida a seu modo.

Criaram o seu "normal" e jogaram fora a fórmula, não patentearam, não passaram adiante. O normal de cada um tem que ser original. Não adianta querer tomar para si as ilusões e desejos dos outros. É fraude. E uma vida fraudulenta faz sofrer demais.

Eu simpatizo cada vez mais com aqueles que lutam para remover obstáculos mentais e emocionais e tentam viver de forma mais íntegra, simples e sincera. Para mim são os verdadeiros normais, porque não conseguem colocar máscaras ou simular situações. Se parecem sofrer, é porque estão sofrendo.

E se estão sorrindo, é porque a alma lhes é iluminada. Por isso divulgue o alerta: a normose está doutrinando erradamente muitos homens e mulheres que poderiam, se quisessem, ser bem mais autênticos e felizes."
(Michel Schimidt- Psicoterapeuta)

[ ]´s

13 de mar de 2010

Pirâmides Egípcias de Gizé


"Querem conhecer a civilização de um povo? Reparem naqueles que erguem monumentos" (Cesare Cantú)


Vamos supor que estamos embarcando em uma viagem turística para o Egito. Se nos perguntarmos qual seria o principal cenário onde gostaríamos de registrar fotografias que permaneceriam em nossos álbuns como lembranças desta maravilhosa viagem, muito provavelmente seria o cenário onde possam ser vistas as grandes Pirâmides de Gizé. Estruturas colossais construídas com a utilização de blocos de pedra de grande peso, interconectadas desde a base até o ponto mais alto, há mais de 2000 anos A.C. Existem dezenas de pirâmides conhecidas no Egito, porém, as piramides de Gizé são, sem sombra de dúvida, as que merecem maior destaque. A figura seguinte mostra o mapa do Complexo de Gizé (clique na figura para ver em maior tamanho).


As 3 maiores pirâmides são: A Pirâmide de Queops (Khufu); A Pirâmide de Quefren (Khafre) e a Pirâmide de Miquerinos (Menkaure), que representam nomes dos três faraós (pai, filho e neto, respectivamente) para os quais elas foram erguidas. As piramides menores encontradas próximas a elas são conhecidas como "Pirâmides das rainhas". A pirâmide de Queops , também conhecida como a Grande Pirâmide, é a maior delas e representa a última das 7 maravilhas do mundo antigo que permanece inabalável até os dias atuais.

A Grande pirâmide é o mais pesado monumento já construído pelo homem, com cerca de 2,8 milhões de blocos de pedra, pesando em média 2,5 toneladas cada um. Em seu interior, ela contém a inscrição com nome do faraó para quem ela foi construída(Khufu), o que favorece a idéia da sua construção pelos antigos egípcios, dificultando interpretações alternativas.

Os Antigos habitantes do Egito acreditavam na vida após a morte (assim como em muitas outras culturas). Havia uma certa hierarquização em relação ao sepultamento, onde pessoas menos favorecidas eram sepultadas no deserto, outros possuiam condições de pagar a própria mumificação e a construção de túmulos. Pessoas ainda mais ricas eram sepultadas em estruturas denominadas mastabas (figura abaixo). Já os faraós e as raínhas possuiam a honra de serem sepultados em pirâmides. Dentro da crença egípcia havia uma nítida associação entre a maneira pela qual um indivíduo era sepultado com a continuidade da vida no pós-morte.

Desenho esquemático de uma mastaba

Um dos maiores mistérios envolvendo estas gigantescas obras, seriam os métodos pelos quais elas teriam sido construídas, existindo diversas hipóteses para explicar a construção de tais estruturas. As primeiras descrições históricas sobre como as pirâmides teriam sido construídas são atribuídas a Heródoto ( Sec. V A.C.) e a Diodorus Siculus (Sec. I A.C.) Há aqueles que acreditam que as pirâmides tenham sido construídas através de tecnologia alienígena, ou pelos remanescentes de uma suposta civilização bastante avançada em relação aos seres humanos " comuns" daquela época e que pertenciam ao " continente perdido" da Atlântida . Um dos argumentos dos proponentes deste tipo de hipóteses seria a impossibilidade de que os seres humanos "comuns" do passado dispusesse de meios e tecnologia para erguer monumentos deste tipo. Mas será que era mesmo impossível?

Para a construção das pirâmides haviam as etapas de :

- Nivelamento do terreno;
- Alinhamento da base com os pontos cardeais;

- Corte dos blocos de pedra e transporte até o local da construção;

- Empilhamento dos blocos.


Na construção, teriam sido utilizadas alavancas e grandes rampas (figura abaixo) com o objetivo de empilhar os pesados blocos de pedra. Milhares de trabalhadores (e não escravos, como muitos acreditam) teriam dedicado esforços para erguer as pirâmides, muitos deles eram trabalhadores especializados enquanto outros trabalhavam em regime temporário.

Rampas que teriam sido usadas na construção
Apesar de não haver uma unanimidade em relação ao modo exato pelo qual foram construídas, não há a necessidade de buscar explicações místicas ,fantásticas ou "sobrenaturais" para a contrução das Pirâmides de Gizé (ou quaisquer outras pirâmides), pois é perfeitamente possível que pessoas "comuns" daquele tempo com os seus recursos disponíveis e a força de trabalho empregada sejam suficientes para estabelecer uma base hipotética plausível. Pode ser que hajam muitos mistérios em torno das pirâmides egípcias, porém a realidade talvez seja muito mais simples do que muitos imaginam.

Referências e sugestões de leitura

- Who built the great pyramid?

http://jcolavito.tripod.com/lostcivilizations/id10.html

- A Construção das Piramides

http://www.projetoockham.org/misterios_piramides_1.html

- Egyptian pyramid contruction techniques

http://en.wikipedia.org/wiki/Egyptian_pyramid_construction_techniques

- Uma assinatura na grande pirâmide?

http://www.ceticismoaberto.com/fortianismo/2240/uma-assinatura-na-grande-pirmide

- How old are the Pyramids?

http://www.aeraweb.org/how_old.asp

[ ]´s

9 de mar de 2010

Tartaruga de 2 Cabeças (Vídeo)!

Vejam a seguir um curioso caso no qual temos "2 tartarugas em uma":

video

[ ]´s

5 de mar de 2010

Animal Extinto:Tilacino (Vídeo)!


O tilacino (Thylacinus cynocephalus), também conhecido como lobo-da Tasmânia ou tigre-da-Tasmânia (devido a presença de listras negras pelo corpo), na verdade não foi nem um felino e nem um membro da família dos canídeos, embora apresentasse uma grande semelhança aos cães. Trata-se de um marsupial (infraclasse Marsupialia), aparentado ao animal australiano chamado vulgarmente de diabo-da-Tasmânia (Sarcophilus harrisii). Apesar de muitos relatos não comprovados de avistamentos recentes, é um animal dado como extinto desde a década de 1930. Apresento a seguir um vídeo, que representa uma das lembranças de quando ainda existia:

video

Sugestões de leitura:

http://www.naturalworlds.org/thylacine/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Tilacino

[ ]´s

4 de mar de 2010

Adolescência e Adolescentes!


"A adolescência é uma passagem para a maturidade, não a maturidade para quem tem apenas idade." (Antônio Francisco)

"Os desatinos da juventude são conspirações contra a velhice; pagam-se caro, ao anoitecer, as loucuras da manhã." (Francis Bacon)

"O alimento da juventude é a ilusão." (René Descartes)

Costumanos nos referir à adolescência como sendo um período de transição entre a infância e a maturidade. Uma fase da vida onde meninos e meninas passam por diversas transformações que os preparam para a idade adulta. Além da manifestação das características sexuais secundárias disparadas pelo bombardeio de hormônios (crescimento de pêlos em determinadas regiões do corpo, mudanças na tonalidade da voz, etc.), as características comportamentais representam aspectos que se destacam consideravelmente quando falamos a respeito de adolescentes. E é justamente a sobre o comportamento que iremos realizar uma abordagem ao longo desta matéria.

Reza a lenda que na adolescência, as pessoas sempre acham que estão certas em tudo. Certas em sua maneira de falar, certas na maneira de agir, na maneira de pensar ou sentir. Os jovens aspiram a sua liberdade, porém muitas vezes não se dão conta de que LIBERDADE e CONFIANÇA são duas coisas que devem ser merecidamente CONQUISTADAS e não obtidas através do grito. Quando somos adolescentes sentimos anseio em experimentar novidades. Elevamos o nosso fascínio pela sensação de vivenciar algo que é novo para nós. Não fazemos idéia de que o mundo lá fora esconde delícias e dores, duas entidades contraditórias entre si, que ansiosamente aguardam o nosso encontro.

Se até uma certa idade os nossos pais eram vistos como super-heróis para nós e tínhamos certeza de nosso amor por eles, é exatamente no período da juventude que este amor muitas vezes será posto em dúvidas, e assim poderemos enxergá-los como nossos principais vilões. O conflito entre pais e filhos costumam ser constantes e repletos de exageros tanto da parte dos filhos quanto da parte dos pais. Mas quais as razões por trás dos desentendimentos? Talvez seja porquê os nossos pais, que um dia também foram adolescentes, sintam medo e, consequentemente, pretendam preservar os filhos de certos riscos, abusos e acontecimentos que outrora faziam parte dos seus ambientes ou de suas vidas. Eles acabam por projetar a possibilidade dos mesmos riscos, abusos e acontecimentos na vida dos filhos.

Talvez os pais também façam uma comparação entre a sociedade de seus tempos com a atual, observam como as coisas mudaram, observam que a arte de viver se tornou e continua se tornando uma tarefa cada vez mais desafiadora, temendo por aqueles que há poucos anos atrás mal sabiam caminhar ou pronunciar palavras.É claro que não podemos deixar de lado as preucupações em relação a drogas, criminalidade, prática do sexo de forma irresponsável e as suas possíveis consequências (ex: gravidez indesejada, doenças sexualmente transmissíveis) e a futura carreira profissional dos fillhos. Quanto a isso os pais realmente possuem razões que justifiquem tais preucupações.

Na adolescência, os caminhos se apresentam para nós em forma de labirintos em meio ao turbilhão de pensamentos e sentimentos que se tornam o reflexo do mundo exterior para o nosso interior e que refletimos de volta para o exterior na forma de certezas muitas vezes incertas, de verdades que só existem na imaginação, de erros que vêem a tona justamente no momento em que julgávamos estar fazendo a coisa certa. Em nossos confusos devaneios, nos tornamos um poço de contradições. Nos perdemos em algum momento, sentimos medo de continuar perdidos. Mais adiante encontramos uma saída. Nos desesperamos devido a eminência de um perigo, em seguida respiramos aliviados por termos escapado dele ou por constatar que não era tão perigoso assim.

Sempre felizes estamos quando as boas novidades batem a nossa porta, ou quando estamos rodeados de nossos amigos também adolescentes. A convivência se torna algo maravilhoso, adoramos a sensação de viver em grupo, e assim temos sempre companhia para ir ao shopping, para as baladas, para os trabalhos da escola, etc. E mais facilidade temos para conhecer e nos relacionar cada vez mais outros adolescentes. Experimentamos a alegria da popularidade, pois em geral, o adolescente (e isso vale para uma grande parte das pessoas de outras faixas etárias também) quer ser notado, ele quer fazer sucesso. Por outro lado, começamos também a ter as nossas primeiras noções mais elaboradas do significado das dores emocionais quando somos surpreendidos pelas decepções.

Fazemos coisas na adolescência sem medir as consequências de nossos atos e isto pode ser bom ou ruim, dependendo do que especificamente estamos fazendo. Aliás, é algo que não pensamos quando estamos executando a ação. Se os jovens acostumaram a se sentirem os donos da razão, eles não suportarão serem contrariados em suas convicções. Se querem alguma coisa da parte de alguem, farão de tudo para "vencer através do cansaço", pela insistência ad nauseam quando se recusarem a atender os seus pedidos (que muitas vezes podem parecer "exóticos" do ponto de vista de outras pessoas) .Teremos a oportunidade de parar para analizar todos esses atos mais adiante na fase adulta. É lá que iremos de fato nos arrepender de termos feito algo ou por termos deixado de fazer algo. Ou concluir que o que vivemos no passado não deixa margens para o arrependimento. Poderemos até rir de alguns acontecimentos, nos lamentar por outros. Poderemos avaliar melhor as oportunidades que agarramos e outras que deixamos passar.

A adolescência é também e principalmente, o momento de se fazer importantes escolhas que poderão fazer a diferença em nossas vidas futuras. Alguns serão bem sucedidos em suas escolhas, infelizmente outros poderão escolher o caminho que os levam à própria destruição e esta escolha poderá ser ou não ser reversível dependendo da distância que estiverem em relação ao "cedo" ou ao "tarde demais". Portanto, se você é adolescente, pense nisso e boa sorte nas escolhas que fizer para a tua vida!


[ ]´s
Related Posts with Thumbnails
Ocorreu um erro neste gadget