Pesquisar este blog

Traduções

Visitas


Counter

Quem Sou Eu: Fabrício Siqueira

Minha foto
Nascido na cidade de Bom Jesus do Itabapoana, no norte do estado do Rio de Janeiro. Biólogo, Astrônomo amador e autodidata em diversas áreas de conhecimento.

Email:

  • Meu email: phoenixfabricio07@gmail.com

Parceiros

Parceria



Notas do Autor

* O conteúdo dos textos postados nesta página estará sempre sujeito à revisões visando possíveis atualizações a respeito de cada tema postado. Modificações nos textos poderão também ocorrer caso haja a necessidade de corrigir erros que porventura possam estar contidos nas informações aqui publicadas.

* Caso o leitor queira tirar dúvidas ou queira maiores esclarescimentos em relação ao conteúdo das postagens, o espaço de comentários poderá ser utilizado também para este fim .

* Este Blog foi criado visando atingir um público leigo e mediano no que se refere ao conhecimento científico-filosófico e, portanto, informações complexas e detalhadas a respeito de cada tema estão além do escopo desta página. Ao final de muitas postagens são citadas referências e outras fontes para aqueles que buscam um maior aprofundamento em relação ao assunto que está sendo abordado.

* Certas imagens ou vídeos postados nesta página da web poderão conter elementos fortes e inapropriados para algumas pessoas.

26 de mai de 2009

Conhecimento à Luz da Ciência


" Toda a nossa ciência comparada à realidade é primitiva e infantil, e no entanto é a coisa mais preciosa que temos." (Albert Einstein)


Nos tempos atuais é notável como a palavra CIÊNCIA se torna cada vez mais frequente no cotidiano dos cidadãos de diferentes nações. Ao sentarmos no sofá da sala e ligarmos a TV no noticiário, é comum nos depararmos com reportagens que mostram como andam os avanços das pesquisas utilizando células troncos (uma potencial e promissora terapia que poderá ser utilizada para tratar doenças neurodegenerativas como o Mal de Parkinsion, Mal de Alzheimer, doenças cardiovasculares, Artrite Reumatóide, entre muitas outras), ou descobertas espaciais realizadas com sucesso pelas missões NASA. Até mesmo o espaço publicitário do horário nobre abriga a possibilidade do telespectador tomar conhecimento de um novo produto cujos efeitos são COMPROVADOS PELA CIÊNCIA.

É surpreendente imaginar que a espécie
Homo sapiens, há alguns milênios atrás se resumia a grupos de caçadores e coletores, e que ao longo dos tempos se tornou cada vez mais bem sucedido na evolução de seu conhecimento e, sobretudo, na sua capacidade de adquirir ainda mais conhecimento. Assim aprendeu a desenvolver recursos para uso próprio, que se aperfeiçoavam à medida em que progrediam até culminar com a tecnologia que hoje se encontra presente em nossas vidas.

Nessa jornada do homem(um ser do reino animal, só que dotado de uma poderosa consciência e capacidade de raciocínio) em sua busca pelo saber, ele desenvolveu uma "ferramenta lógica" capaz de auxiliá-lo na conquista de sua supremacia intelectual e tecológica: O MÉTODO CIENTÍFICO! Este consiste em um conjunto de fundamentos teóricos e praticos, que com um certo rigor vem retirando o véu do desconhecido e revelando ao homem como o Universo funciona.

De acordo com o método, a observação de um desconhecido fenômeno representa um ponto de partida para que seja moldada a chave que poderá abrir o baú no qual a natureza escondeu os seus segredos. A partir da observação dados podem ser obtidos e hipóteses, formuladas para se tentar explicar tal fenômeno. Mas apenas isso não basta! Para ser considerada científica, uma hipótese deve ser falseável (ver : Karl Popper e a Falseabilidade como Critério Básico de Cientificidade de uma Teoria, no campo "Sugestões de Leitura"), e deve ser passível de experimentação. Os resultados de experimentações podem confirmar ou não uma dada hipótese.

Os experimentos e resultados devem então serem publicados em literatura especializada, garantindo que um experimento realizado em condições X, possa ser reproduzido por outros pesquisadores nas mesmas condições, em qualquer parte do globo. Assim quanto mais uma hipótese é corroborada por resultados similares provenientes de experimentos diversos, mais ela resiste à tentativa de ser derrubada, e, consequentemente, maior vai se tornando a sua aceitação. A partir de então podem surgir as teorias e leis que não apenas explicam um fenômeno, como também servem de pré-requisitos para que previsões possam ser feitas com base nas mesmas ou até mesmo para novas descobertas.

A ciência parte de um pressuposto de que as leis naturais seriam imutáveis e constantes. Porém é importante ressaltar que mesmo em ciências não existem verdades absolutas. Os conceitos científicos em geral podem ser apenas provisórios e uma teoria que hoje é aceita, pode, em um futuro distante ou próximo, ser derrubada desde que surja uma outra mais robusta ou que explique certos eventos com melhor precisão. E mesmo que uma teoria não seja derrubada, ela poderia vir a ser reformulada e/ou aperfeiçoada com o tempo. Outra consideração importante é que a ciência não é perfeita e existem limites para o que se pode ou não ser estudado ou inferido pelo método científico ( alías isso seria um bom assunto para uma outra postagem).

E ao longo da história da ciência, foi através desse método que Eratóstenes passou a dizer que a Terra não era plana; que Copérnico e Galileu propuseram um modelo que colocava o Sol no centro do sistema solar, derrubando o Geocentrismo Ptolomáico; que Johannes Kepler formulou leis que explicavam o movimento dos planetas em suas órbitas; que a lei da gravidade, que apareceu associada ao nome de Isaac Newton, explicava que corpos exercem atração recíproca de acordo com suas respectivas massas; que Luís Pasteur derrubava a hipótese da abiogênese (que sugeria que organismos vivos poderiam se originar a partir de matéria não viva, como por exemplo, larvas de moscas surgindo a partir de transformações que estariam ocorrendo em pedaços de carne); que Darwim propôs a evolução das espécies pela seleção natural para explicar a diversidade de organismos hoje existentes; que Edward Jenner descobriu que podia imunizar seres humanos contra doenças como a varíola, por exemplo, através de vacinas (que continham variedade bovina do vírus, menos nocivo a humanos); que Albert Einstein pode ser visto como um gênio no século XX; e que infelizmente também através da ciência o homem descobriu que as reações de fusão e fissão nuclear, poderiam ser exploradas para a criação de armas com o poder de destruir a própria humanidade......

Ficamos maravilhados com o que a ciência nos mostra na atualidade, sempre nos perguntando sobre como será o futuro, em como o mesmo se desencadeará a partir dos nossos próximos avanços científicos.


Sugestões de Leitura
.
Ciência:

http://en.wikipedia.org/wiki/Science

Karl Popper e a Falseabilidade como Critério Básico de Cientificidade de uma Teoria:

http://www.infocien.org/Interface/Colets/v01n16a012.pdf

Método Científico:

http://www.projetoockham.org/ferramentas_metodo_1.html


A Incerteza em Ciência:

http://ateus.net/artigos/ceticismo/a_incerteza_em_ciencia.php


[ ]´s

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails
Ocorreu um erro neste gadget